Início » A equação do quinto grau

A equação do quinto grau

Bem, antes de começar com o artigo, é preciso ressaltar que eu tentei de TUDO para poder criar uma fórmula ou técnica que resolvesse a equação do quinto grau por meio de radicais. Embora haja a possibilidade de se criar uma fórmula para a equação de quinto grau com o uso de radicais mas não é válido pois dentro do radical, na maioria das vezes, haverá um número que não é racional. Portanto as equações do quinto grau, na maioria das vezes não são solúveis por radicais e é por isso que não existe fórmula para a equação de quinto grau

A equação de quinto grau tem solução, mas não por meio de radicais

Pelo polinômio de Martinelli, que é de minha autoria, na maioria dos casos, quando se tenta resolver uma equação de quinto grau, não possui uma raiz racional. Isso significa que a maioria das equações de quinto grau não possuem soluções por meio de radicais e isso implica que uma fórmula ou técnica para resolver todas as equações por meio de radicais NÃO EXISTE!

Évariste Galois – O Gênio dos gênios

Explicar o que Galois descobriu para provar que a maioria das equações de quinto grau não possuem uma fórmula ou técnica para poder resolvê-las por meio de radicais é muito complicada. Não falarei disto no artigo, pois isso é álgebra abstrata e eu não sou bom nisso. Mas posso citar algumas coisas simples que contribuirão e muito para que se encerra-se de uma vez por todas a busca por uma fórmula para a equação do quinto grau.

Primeiro, veio pelo teorema de Abel-Ruffini que falava da impossibilidade de uma fórmula como a de Bháskara para resolver todas as equações de quinto grau. Segundo, também tratava-se da teoria dos grupos que é algo muito importante para a criptografia que conhecemos hoje e para diversas áreas da ciência humana.

Voltando em Galois. O menino sabia das coisas, ele procurou por diversos anos de sua pequena estadia no mundo dos vivos por técnicas ou fórmulas para poder resolver a equação de quinto grau e percebeu que era impossível. E de fato é impossível.

Polinômio de Martinelli – Uma evidência da impossibilidade de resolver

Eu escrevi alguns artigos a respeito do meu polinômio. Mas a descoberta desse polinômio coloca em xeque uma fórmula como a do segundo grau e a do terceiro grau para a equação do quinto grau.

Fiz um artigo falando sobre uma resolução de uma equação do quinto grau, que inclusive está disponível na Internet, basta procurar por equação do quinto grau que você irá achar ou clique em Resolução de uma equação do quinto grau

No artigo, na maioria dos casos das equações de quinto grau, temos um polinômio de décimo grau e isso evidencia, mas não prova, que nem todas as equações de quinto grau são solúveis por radicais. Mas Galois provou através da sua teoria de que é impossível.

Para finalizar, portanto, uma equação de quinto grau qualquer não pode, na maioria das vezes, ser resolvida por radicais e FIM! não há mais o que se discutir a respeito das equações polinomiais de quinto grau que só são resolvíveis através de métodos numéricos.

Até existe uma fórmula de minha autoria para se resolver equações do quinto grau, mas, por iterações. Essa fórmula pode ser vista em uma fórmula para a equação do quinto grau. A qual é bastante simples de ser usada.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.